Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Menino atacado por tigre em zoológico tem o braço amputado; reveja vídeo

    O menino de 11 anos que foi atacado por um tigre no zoológico de Cascavel, na região oeste do Paraná, teve o braço direito amputado na altura ombro na quarta-feira (30), de acordo com o Hospital Universitário (HUOP). Ele passou por uma cirugia durante a noite e permanece internado, mas seu estado de saúde é estável, sem risco de morrer.

    O ataque aconteceu na tarde de quarta. O menino, que brincava ao lado da jaula no animal, foi socorrido por pessoas que estavam próximas no momento do acidente. Ele estava acompanhado do pai, que foi detido e levado à delegacia para prestar depoimento. Após ser ouvido, ele foi liberado pelos policiais.

    “Até o presente momento, nós estamos apurando uma lesão corporal, até porque o pai, quando está num ambiente desses com os filhos, tem o dever legal de guarda e proteção. Nós temos que analisar no curso do inquérito policial até que ponto o pai foi realmente descuidado e negligente, para que acontecesse o que aconteceu”, afirmou o delegado Denis Merino, que investiga o caso.

    Segundo a polícia, a criança mora em São Paulo e foi passar férias na casa do pai. Ele voltaria nesta quinta-feira (31) para a casa da mãe.

    Imagens
    Dois vídeos feitos por visitantes do zoológico mostram o menino brincando com os animais selvagens antes do ataque. Em um dos vídeos, o garoto de 11 anos está alimentando um leão, junto à grade da jaula do animal. No outro, ele corre de um lado para outro, estressando o tigre que o atacou.

    A veterinária Gladis Dalmina, funcionária do Zoológico de Cascavel, confirmou que na tarde de hoje (30) aconteceu um acidente envolvendo uma criança de aproximadamente 11 anos, que ultrapassou a grade de segurança da jaula e foi atacada por um felino, o Tigre Hu.A Prefeitura de Cascavel, responsável pelo zoológico, emitiu uma nota sobre o caso ainda na quarta-feira. Leia a íntegra:

    Segundo integrantes da equipe de cuidadores, o menor foi incentivado pelo próprio pai a correr em volta da jaula, dentro da grade de proteção, provocando o animal. O pai ignorou todas as placas de alerta para evitar se aproximar do local e não ouviu apelos de quem o observava para cessar a brincadeira.

    Populares que assistiam à cena, gravaram a movimentação e avisaram os responsáveis, contrariados com o comportamento do pai da criança.

    Em certo momento, o menino teria colocado o braço entre as grades, quando foi atacado pelo tigre. O Siate foi chamado e providenciou o atendimento e a remoção da criança ao Hospital Universitário, onde recebe os cuidados.





    G1 

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad