Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Cruzeiro tem maior vantagem de um líder na era dos pontos corridos

    Fim de papo no primeiro turno do Campeonato Brasileiro 2014 e o Cruzeiro conseguiu a maior vantagem de um líder na era dos pontos corridos até a metade do campeonato. A Raposa tem sete pontos de frente para o São Paulo. O recorde até então era justamente do Tricolor Paulista em 2007 e a taça realmente foi para o Morumbi no fim do ano. No entanto, o Grêmio, em 2008, também tinha uma boa vantagem de cinco pontos para o Cruzeiro e não ficou com o título. Nem os mineiros, por sinal. O São Paulo tirou uma vantagem de oito pontos para o líder e foi o grande campeão, feito igualado pelo Flamengo em 2009 em relação ao então primeiro colocado Internacional.

    Outro dado favorável ao Cruzeiro: em 11 campeonatos de pontos corridos, o campeão do turno terminou o returno na frente oito vezes, ou seja, em 73% das vezes. Além disso, a equipe mineira também igualou o melhor aproveitamento de um turno inicial: 75,4% de pontos conquistados. Em 2012, o Atlético-MG teve uma campanha do mesmo nível com o mesmo percentual, apesar de ter ficado apenas um ponto a frente do Fluminense, que acabaria arrebatando o Brasileirão naquela temporada.

    O que fica claro é que a Raposa não pode relaxar na vantagem ou confiar que a taça já tem dono ou acaba sendo surpreendida. Assim como o seu principal perseguidor, o São Paulo, também pode seguir firme na luta, afinal para um time que já tirou oito pontos de vantagem para ser campeão, tirar sete não seria impossível. Para o Inter, nove pontos atrás, o feito já seria inédito e tomaria ares de virada épica.
    tabela lider 2 (Foto: Editoria de Arte)

    SÃO PAULO É RECORDISTA NO G-4 DO TURNO
    O São Paulo é, de longe, o time que mais vezes terminou o primeiro turno no G-4 desde que o campeonato é disputado em pontos corridos. Essa é a oitava vez que o Tricolor está no grupo dos quatro melhores contra cinco do Cruzeiro, e quatro de Internacional, Corinthians e Santos. Dos integrantes mais frequentes, só o Peixe ficou fora do G-4 em 2014. Aproximadamente 68% dos times que fecham a metade do Brasileirão no grupo dos quatro melhores ficam realmente por lá até o fim. No ano passado, houve 100% de aproveitamento, algo que já havia ocorrido em 2008.

    Pelo histórico de Cruzeiro, São Paulo, Inter e Corinthians, só o Timão sempre manteve a posição ao fim da competição. A Raposa caiu para quinto em 2007, mas garantiu vaga na Libertadores mesmo assim por ter terminado atrás do Fluminense, então campeão da Copa do Brasil. O Colorado só saiu do grupo em 2010, quando ficou na sétima colocação. Já o Tricolor, nas sete vezes anteriores de integrante do G-4 ao fim do turno, só teve uma queda em 2011 com o sexto lugar.
    tabela G4 2 (Foto: Editoria de Arte)

    VITÓRIA PRECISA DE FEITO INÉDITO
    Para o lanterna, a missão de recuperação no returno tem se mostrado impossível. Desde 2006, quando 20 times disputaram a Série A no sistema de pontos corridos, o último colocado ao fim do primeiro turno sempre acaba rebaixado. Péssima notícia para o Vitória, que está justamente na 20ª posição. Um alento para o Leão é que a sua campanha é a melhor de um lanterna desde 2006, quando o Santa Cruz teve 31,6% de aproveitamento, acima dos atuais 26,3% do Rubro-Negro baiano. Isso, porém, não impediu a queda do Tricolor pernambucano. Os baianos precisam quebrar essa escrita e conseguirem feito inédito para acabarem com a maldição do lanterna.

    Bahia, Coritiba e Criciúma também tem muito com o que se preocupar, já que a tendência ainda é que caia pelo menos mais um dos integrantes do Z-4. Nas últimas três temporadas, os números são mais preocupantes. Em 2011 e no ano passado caíram três integrantes do Z-4 do turno e, em 2012, todos foram para a Série B. Em números gerais, desde 2003, 55% dos quatro últimos são rebaixados. O percentual cresce para 66% se considerarmos o Brasileirão de pontos corridos com 20 clubes.
    tabela Z4 2 (Foto: Editoria de Arte)

    globoesporte 

    Nenhum comentário

    Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad