Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Dilma diz que denuncias na Petrobras não atingem seu governo

    Ao falar sobre a denúncia de esquema de propinas na Petrobras para beneficiar diversos políticos, a presidente Dilma Rousseff disse neste domingo (7) que ninguém no governo foi acusado formalmente no caso, e no seu entender isso significa dizer que não existem suspeitas sobre seu governo.

    A presidente observou que não recebeu, de maneira oficial, informações sobre as denúncias, em regime de delação premiada, feitas pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

    Sem dar detalhes nem valores, a revista diz que o ex-diretor também ligou à propina o ministro Edison Lobão (Minas e Energia) e Eduardo Campos, presidenciável do PSB morto no dia 13 de agosto em um acidente aéreo em Santos (SP)

    Na lista do ex-executivo aprecem o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) e o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, suposto elo do esquema com o partido. Os nomes, segundo a revista, surgiram no acordo de delação premiada que Costa fez com procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato, deflagrada em março com a prisão do doleiro Alberto Youssef, acusado de liderar o esquema de lavagem que movimentou R$ 10 bilhões. Alguns citados negaram participação no esquema, e outros não se manifestaram.


    Fonte: aracatiacuemacao.com.br

    Nenhum comentário

    Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad