Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Irmã diz que lateral Maicon tem 'problemas particulares'

    Os familiares do jogador Maicon, desligado da delegação brasileira no início da tarde deste domingo, 7, em Miami, por "problemas internos", afirmam que o jogador está enfrentando problemas particulares e que sua saída da seleção foi definida de maneira amigável.
    "Ele tem problemas particulares. Tem problemas físicos e não tem condições de se doar totalmente para a seleção brasileira", afirmou Erla Carla Sizenando, irmã do jogador, em entrevista à Rádio Gaúcha. "Ele está saindo pela porta da frente. O Dunga conhece ele há muito tempo", continuou a irmã do jogador, que é empresária e mora em Santa Catarina.

    Erla afirmou que não pode afirmar que a iniciativa da saída da seleção partiu do próprio jogador. Segundo ela, o jogador ainda está em Miami, mas não confirmou se o local é a própria delegação do Brasil. "Ele pediu para não contar nada. Eu sabia desde manhã. Vamos esperar mais um momento, mas não posso adiantar mais nada", disse.

    Lateral defendeu a seleção na Copa do Mundo no Brasil

    Maicon foi desligado da delegação brasileira que está concentrada em Miami, nos Estados Unidos, no início da tarde deste domingo, no hotel em que a equipe está concentrada. O lateral Fabinho, que joga no Monaco, da França, e que está participando de amistosos no Catar, com a seleção sub-21, já está a caminho de Miami para se incorporar à delegação e para substituir o jogador.

    "Agradeço a passagem dele pela seleção, mas hoje ele foi desligado da delegação. Queria agradecer os serviços prestados à seleção. Foi um problema interno, não vou responder perguntas sobre isso e gostaria que fizessem a gentileza de não perguntarem aos jogadores. O Fabinho, jogador do Monaco, está a caminho, esperamos o plano de voo para sabermos a que horário ele chega", disse o coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi.


    Os jogadores tiveram folga neste sábado em Miami e deveriam se reapresentar até às 20 horas. A expressão "problemas internos", utilizada por Gilmar Rinaldi, indica que pode ter acontecido alguma caso grave de indisciplina, como, por exemplo, atraso horário da apresentação.


    Aos 33 anos, Maicon era um dos homens de confiança do técnico Dunga. Era um dos remanescentes do grupo que defendeu a seleção na Copa do Mundo, quando foi reserva pelo lado direito - o titular foi Daniel Alves. Aos 33 anos, era considerado um dos pilares nesse período de transição após o fracasso na Copa do Mundo. Ele teve boa atuação na vitória contra a Colômbia, por 1 a 0, na sexta-feira, em Miami, e estava previamente definido.

    Estadão

    Nenhum comentário

    Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad