Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Padre é suspeito de desviar quase R$ 1 milhão de Paróquia

    O Conselho Econômico da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Cascavel, no oeste do Paraná, denunciou um padre e três funcionários pelo desvio de R$ 800 mil desde 2011. Segundo a denúncia, o dinheiro de doações e de eventos promovidos pela paróquia eram desviados com falsos relatórios.

    O Arcebispo Metropolitano de Cascavel, Dom Mauro Aparecido dos Santos, confirmou que houve falsificação de assinaturas em documentos. “Os integrantes do conselho disseram que a assinatura do tesoureiro foi falsificada”, afirmou o religioso.


    Conforme Dom Mauro, dois padres foram nomeados para investigar o caso. Testemunhas e o padre citado nas denúncias já foram ouvidos. Eles têm até dia 30 de setembro para apresentar um relatório e depois disso um promotor de Justiça, que é formado em direito canônico, será nomeado pelo arcebispo. Esse promotor vai decidir se sugere ao bispo abrir um processo canônico ou arquivar o processo. Se for aberto o processo canônico o tribunal eclesiástico vai julgar o padre.

    Durante as investigações, o padre denunciado vai continuar atuando na paróquia. “Se um membro que está ali esta se sentir prejudicado e quiser ir na Justiça Civil é direto deles”, diz Dom Mauro.

    G1

    Nenhum comentário

    Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad