Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Sequestrador ameaça detonar explosivos até as 18h, se não for atendido

    O funcionário de um hotel da Asa Sul foi feito refém na manhã desta segunda-feira

    Jac de Souza Santos, 30 anos, o sequestrador que faz de refém um mensageiro do St.Peter desde às 8h30 desta segunda-feira (29/9) ameaça explodir as dinamites presas ao corpo do funcionário do hotel se não tiver atentidas as reivindicações. O homem pede a aplicação da Lei da Ficha Limpa ainda nestas eleições, a extradição do italiano Cesari Battisti e a mudança do panorama político do Brasil.

    De acordo com os negociadores, o suspeito chegou a pedir uma bandeira do Brasil. A polícia acaba de aumentar o perímetro de segurança nas proximidades do local. Agora, as pessoas têm de ficar a 100 metros do local. A distância foi aumentada por três vezes. Começou em 30m e passou para 60m no meio da manhã.

    No momento da invasão, havia 300 pessoas no hotel. De acordo com o cozinheiro-chefe, que não quis dizer o nome, o homem teria feito check-in em dois quartos no 10º andar, por volta das 5h desta segunda-feira. Três horas depois, ele teria invadido o primeiro cômodo. Toda a área próxima ao hotel está interditada. O homem bateu nas portas dos quartos e pediu aos hóspedes que deixassem o hotel, pois era uma ameaça terrorista.

    O mensageiro do hotel é feito de refém e está vestido com um colete carregado supostamente com dinamites. A todo o momento, o suspeito de terrorismo aparece na varanda de um quarto no 13º andar com a arma apontada para o refém. Segundo informações, nas negociações com a polícia, não pede dinheiro, fala mais em questões políticas.

    Fonte: correiobraziliense.com.br

    Nenhum comentário

    Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad