Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Ceará: Polícia Federal registra 17 crimes de "boca de urna"

    Uma pessoa foi presa na estrada pelo transporte de 31 eleitores e material de campanha
    Material de campanha, como "santinhos" e bandeiras, foi apreendido junto com os suspeitos de "boca de urna"

    FOTO: KIKO SILVA

    A Polícia Federal (PF) registrou a ocorrência de 17 crimes de "boca de urna" no Ceará, sendo 15 na Capital e na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), até maio-dia deste domingo (5). Os outros dois casos de irregularidades próximos a seções eleitorais aconteceram emSanta Quitéria, a cerca de 222 km de distância de Fortaleza.

    Apesar do registro de 17 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO's), cerca de 50 pessoas chegaram a ser encaminhadas, nesta manhã, à sede da Superintendência da Polícia Federal, no Bairro de Fátima na Capital, como constatou a reportagem do Diário do Nordeste. Bandeiras, "santinhos" e camisas também foram apreendidos, como provas dos crimes, e direcionados por policiais, junto com os suspeitos.

    Às 7h, antes de iniciar as votações, dois homens foram detidos no bairro Serviluz por estar recolhendo pessoas e distribuindo camisas e "santinhos" de um candidato a deputado. Eles foram levados à sede da PF, ouvidos e liberados por volta de 11h15.

    Às 11h, na Barra do Ceará, um homem foi detido por policiais militares por distribuir "santinhos" de um candidato próximo à seção eleitoral. O candidato teria tentado defender a pessoa que realizava a "boca de urna" e discutiu com a polícia, mas o homem acabou sendo levado também para a PF.

    O crime de "boca de urna" se configura pela propaganda política irregular próximo a seções eleitorais, durante o dia de votação. Ações como distribuir panfletos ou tentar persuadir os eleitores são exemplos de "boca de urna" e são proibidos.

    De acordo com a Lei das Eleições (nº 9.504/97), ações como essas podem resultar em 6 meses a 1 ano de detenção, com alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa que pode variar de R$ 5.320,50 a R$ 15.961,50.

    O número de crimes eleitorais deve ser atualizado pela PF após o término das votações, às 17h.

    Pessoa é presa por transporte irregular

    Uma pessoa foi presa na BR-166, durante a madrugada deste domingo (5), pelo transporte de 31 pessoas e material de campanha em um ônibus e um veículo de apoio. Os veículos viajavam de Jaguaruana para Fortaleza, quando foram parados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Km 170, altura de Chorozinho.

    Diário do Nordeste com informações do repórter Levi de Freitas.

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad