Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Latino pode ser preso por dívida de R$ 31 mil a filho; custos com macaco superam ‘pensão’

    Latino com o filho, Matheus, quando o menino tinha apenas 4 meses Foto: Arquivo pessoal
     
    A vida de conforto que leva Twelves, o macaco-prego de estimação de Latino, será usada contra o cantor pela defesa da mãe do filho caçula do artista. O garoto de 2 anos é fruto de uma relação rápida de Latino e já foi reconhecido como seu filho após um teste de DNA. O cantor, no entanto, não tem pago o valor estipulado pela Justiça.


    Latino com o macaco Twelves Foto: Reprodução/ Instagram

    O cantor já acumula uma dívida de mais de R$ 31 mil reais em título de alimentos provisórios. A quantia contempla parcelas mensais não pagas por Latino de fevereiro até julho. Caso não as pague, ele pode ser preso. O advogado Bruno Pinho Gomes diz que o cantor “presta assistência aos seus dependentes na medida de suas possibilidades”, e que o caso está sendo tratado na Justiça, “em função de discordância entre o valor pretendido pela mãe do menor e Latino”.

    À coluna, Jaqueline afirmou que Latino fez alguns depósitos esporádicos, mas com valores muito abaixo do determinado. “Ele quer pagar um pouco mais de um salário mínimo”, reclama a mulher, que ainda luta na Justiça para que ele registre o menino. O salário mínimo hoje vale R$ 724. O juiz determinou que o cantor pague cerca R$ 5 mil mensais para o menino.


    Latino com o macaco Twelves Foto: Reprodução/ Instagram

    Um macaco-prego como o de Latino custa em torno de R$ 50 mil. Para mantê-lo, segundo biólogos ouvidos pela coluna, é necessário cerca de R$ 500 mensais. O valor inclui gastos básicos com higiene (o bichinho usa fraldas), saúde e alimentação. No caso de Twelves, além de mimos como o uso de roupas de grife, há um custo extra: os atestados médicos para transportá-lo a cada viagem que ele faz de avião.

    Latino já declarou em entrevistas que faz questão de levá-lo a seus shows pelo país. A documentação, que é obrigatória, só tem validade de três dias e, para obtê-la, é necessária uma visita ao veterinário. O preço de uma consulta está em torno de R$ 120. Assim, se levá-lo pelo menos uma vez por semana, os gastos extras chegam a R$ 480 mensais.


    Latino e sua mulher, Rayanne Morais, com o macaco Twelves Foto: Reprodução/ Instagram

    Fonte: Extra 

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad