Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Namorada de Menor P foi espancada um dia antes de sessão de tortura com Bernardo



    Dayana Rodrigues, namorada do traficante Menor do P, sofreu um corte na cabeça
    Foto: Reprodução / Agência O Globo
    Um dia antes do sequestro e da sessão de tortura de Bernardo, Menor P já havia mostrado seu descontentamento com sua namorada, Dayana Rodrigues, de 23 anos. Ela foi espancada pelo bandido no sábado e sofreu um corte na cabeça. A agressão foi notada por médicos do Hospital Souza Aguiar, onde ela ficou internada. O motivo da agressão seria o boato espalhado pela comunidade do relacionamento da jovem com o jogador. Em depoimento, Dayana disse que "nunca teve contato com Menor P" e afirmou que foi atingida por três balas perdidas.


    Bernardo foi salvo da morte por Charles, meio-campo do Palmeiras, que estava na Maré e foi socorrê-lo na Vila dos Pinheiros, para onde foi levado por Marcelo Santos das Dores, o Menor P. Criado na comunidade da Zona Norte, Charles soube que o traficante queria matar o jogador por conta de um boato que circulava na favela, de que Bernardo estaria traindo Menor P com Dayana Rodrigues, de 23 anos. Segundo a polícia, ele foi ao barraco onde o casal estava sendo torturado e convenceu Menor P de que a morte do jogador mobilizaria a polícia.

    — Se não fosse pelos argumentos usados por Charles, Bernardo ia ser morto. Ele disse que, se o Bernardo fosse morto, no dia seguinte, a polícia ia subir a favela para achar o corpo e pegar o responsável — explicou o delegado José Pedro Costa da Silva, da 21ª DP (Bonsucesso).

    O plano do traficante também incluía o assassinato de Dayana. A jovem foi salva graças a um pastor, chamada no barraco por ela, como último desejo antes de morrer. O religioso teria convencido Menor P a mudar de ideia.

    Bernardo foi localizado por Menor P e seu bando na Favela Salsa e Merengue por volta das 18h30m e colocado num carro, onde foi ameaçado pelos traficantes, que estavam com uma máquina de choque. Quando chegaram ao barraco, Dayana foi chamada e o traficante obrigou os dois a tirarem as roupas.



    Menor P ainda teria exigido que Dayana fizesse sexo oral em Bernardo, para depois matá-los. Ambos se recusaram e o bandido deu três tiros nas pernas da jovem. De acordo com a polícia, a ação durou meia hora. Depois de convencer o traficante, Charles teria retirado Bernardo da comunidade, de carro.

    Além de Menor P, a investigação identificou a participação de Fabiano Santos de Jesus, o Zangado, irmão de Menor P, Cilmar Sales Leite, o Relâmpago, e um traficante conhecido como TH. A polícia indiciou os três e vai solicitar a prisão preventiva deles por lesão corporal grave, sequestro e tortura.


    Fonte: http://extra.globo.com

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad