Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Paciente terminal americana cogita adiar sua morte, marcada para este sábado

    Com apenas dois dias faltando para a data que Brittany Maynard, doente terminal, havia planejado para sua morte, aos 29 anos de idade e recém-casada, a americana divulgou um novo vídeo explicando, bastante emocionada, como se sente agora que 1º de novembro está tão perto.

    A paciente foi diagnosticada com câncer de cérebro e sente a doença debilitando seu corpo. Mas conta que ainda reflete sobre se este é o momento certo para o fim.

    “E se 2 de novembro vier e eu ainda estiver viva, eu sei que nós vamos ainda estar seguindo, e, como uma família, com amor um pelo outro, essa decisão virá mais tarde”, afirma em vídeo de seis minutos.

    Brittany parece muito realista sobre o seu futuro e está passando todos os dias com o marido, Dan Diaz, e seus pais, aproveitando ao máximo o tempo que tem.

    A psicóloga americana começou a ter enxaquecas fortes e recorrentes no final de 2013, pouco depois de se casar com Dan. Em janeiro deste ano ela teve o diagnóstico de um dos tipos mais graves de tumor cerebral maligno, chamado glioblastoma. Brittany logo foi submetida a duas cirurgias, que contiveram o câncer e renderam-lhe um prognóstico de mais dez anos de vida. No entanto, em abril, os médicos constataram que o tumor voltou maior e mais agressivo. O prognóstico de vida mudou para só seis meses.

    A paciente tomou a decisão de recorrer ao suicídio assistido, prática médica que permite, em termos legais, o paciente com câncer terminal a tirar a própria vida no momento em que desejar. O procedimento é permitido em cinco estados americanos: Montana, Novo México, Vermont, Washington e Oregon.


    Fonte: O Globo

    Nenhum comentário

    Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad