Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Acidentes com mortes nas estradas estaduais diminuem 19%, diz PRE-CE


    O número de acidentes com vítimas fatais nas estradas do Ceará diminuiu 19%, segundo estudos do Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual.
    Segundo os dados do BPRE em números absolutos, no ano passado, 327 mortes ocorreram nas rodovias cearenses, 77 a menos que em 2015, quando foram contabilizados 404 óbitos. A redução é resultado do reforço nas fiscalizações e ações preventivas.
    “A redução do número de mortes se deu graças à intensificação das fiscalizações”, aponta o tenente coronel Francisco Carlos de Lima, comandante do BPRE. Ele explica que as operações foram direcionadas para os pontos onde existiam índices de acidentes fatais, como a rodovia CE-040, com intensa circulação, e a CE-060, que atravessa todo o território cearense (de Fortaleza a Juazeiro do Norte).
    As ações efetuadas pelos policiais também refletiram no aumento do número de veículos abordados, passando de 1.085.305, em 2015, para 1.160.800, em 2016 – acréscimo de 75.495 veículos (7%). Mais notificações também foram feitas, sendo 276.806, em 2015, e 349.039, em 2016, o que refletiu elevação de 72.233 notificações, comparando os dois anos (26%).
    O trabalho desenvolvido nas estradas cearenses não se restringe à conduta no trânsito, mas também objetiva inibir qualquer ação criminosa. Somente em 2016, 234 armas de fogo foram retiradas de circulação em abordagens feitas nas rodovias. O número é 115% maior do que o total apreendido em 2015, quando um arsenal de 109 unidades foi recolhido.  Também houve aumento nos procedimentos que culminaram em apreensões de drogas, passando de 52 casos, em 2015, para 90, em 2016 (73%).
    Direção x bebida alcoólica
    No comparativo dos dois últimos anos, menos pessoas foram flagradas fazendo a mistura perigosa de direção e bebida alcoólica. No ano passado, 372 motoristas foram autuados no artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e outros 7.626 com base no artigo 165 do CTB.
    As infrações são, respectivamente, penal e administrativa e se diferenciam pelo nível de concentração de álcool no sangue. Ambos os flagrantes registraram redução, se comparado com o ano de 2015, quando 545 pessoas foram autuadas no artigo 306 (- 32%) e 7.782 no artigo 165 (-2%). Para o comandante do BPRE, os números também são fruto de fiscalizações. “Com a presença da Polícia nas ruas, as pessoas ficaram mais diligentes, haja vista a intensificação do trabalho policial”, detalha. Operações também foram realizadas próximas a locais com grande fluxo de pessoas, como regiões praianas.
    Entre as ações realizadas pelos militares do BPRE também estão apreensões de veículos e prisões em flagrante. Ao todo, 26.773 automóveis foram apreendidos em 2015. O número é menor do que o total apreendido em 2015 (56.748), o que significa uma redução total de 299.75 (- 53%). A queda também é resultado em cadeia do reforço na fiscalização, uma vez que os condutores ficam mais prudentes sabendo da presença da Polícia nas CEs.As abordagens realizadas pelos policiais do BPRE também têm o objetivo de conscientizar e orientar motoristas sobre o risco de dirigir sob o efeito de bebida alcoólica, o que refletiu na diminuição de vítimas fatais nas estradas. O número foi inferior ao registrado no ano retrasado mesmo com o aumento de 8% nos acidentes, que totalizaram 3.258 casos em 2016, contra 3.025 em 2015.
    Outros 219 veículos foram recuperados em 2016, contra 147 em 2015 (72 a mais), o que representa um incremento de 49%. O trabalho foi desenvolvido em parceria com forças amigas, como a Guarda Municipal de Trânsito e a a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC).
    Fonte: G1CE

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad