Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Cientista sobre asteroide que dizimou dinossauros: 'Tiveram azar'


    Há cerca de 66 milhões de anos, um meteorito de aproximadamente 10 quilômetros de diâmetro caiu sobre a atual província de Yucatán, no México. O impacto provocou um período de frio intenso e escuridão, o que teria causado a morte dos dinossauros.

    Após a queda do meteorito, o enxofre presente de maneira abundante na região da 'Cratera Chicxulub' foi liberado na atmosfera. Em seguida, a substância se transformou em aerossóis de sulfato, o que provocou o esfriamento da Terra e bloqueio da luz solar.
    "Os dinossauros tiveram um pouco de azar quando o meteorito caiu naquele local. Se houver um impacto no futuro, talvez ele não seja dessa forma. Nem todos os lugares do planeta contêm tanto enxofre", afirmou Julia Brugger, cientista especializada no assunto.
    Segundo o UOL, Brugger estudou sobre a extinção dos dinossauros durante o doutorado no Instituto Potsdam de Pesquisa do Impacto Climático, na Alemanha. Segundo a especialista, o período foi marcado pela escuridão e frio intensos.
    "No curto prazo houve provavelmente um terremoto, tsunamis e incêndios. Isso é algo que não se pode explorar com o nosso modelo climático. Depois houve um resfriamento muito intenso. E essa é uma reação muito rápida. Os dinossauros praticamente não tinham mais luz chegando à Terra já no ano seguinte ao choque do asteroide, eles tinham apenas 2% da luz que chegava antes do impacto", explica.


    Fonte:noticias ao minuto

    Nenhum comentário

    Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad