Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Garoto atingido no rosto corre risco de perder a visão


    Amigos, vizinhos, colegas da escola foram até a casa do adolescente atingido no olho por uma bala de borracha. O garoto, de apenas 14 anos, aproveitava a penúltima noite de Carnaval na Barra do Ceará, onde mora, quando foi atingido pelo disparo. O fato ocorreu na última segunda-feira (27).

    “Eu passei o carnaval em casa, cuidando da minha tia porque a minha vô estava trabalhando. Na segunda eu acordei e fiquei pensando em ir para a praça, mas com aquele pressentimento ruim. Aí eu peguei a camisa e fui. Quando estava chegando, veio uma viatura da polícia. Todo mundo correu, mas como eu não devo nada, não corri. Andei mais uns dez metros e quando eu virei a esquina, já ouvi o barulho e senti o tiro na minha cara. Na hora, o sangue cobriu minha vista e eu caí no chão”, conta João Paulo Reinaldo de Andrade.

    O jovem foi levado ao hospital, onde foi operado. A cirurgia não conseguiu recuperar a visão do olho esquerdo e, agora, o menino corre o risco de ficar completamente cego.

    A mãe do jovem, a costureira Josiane Mayara, diz que o filho nunca se envolveu com o mundo do crime e tão pouco repetiu de ano. “Meu filho é estudioso, ajuda a avó que é diarista a cuidar da minha irmã, que tem paralisia. Como a gente vai cuidar dos dois e ainda conseguir dinheiro para fazer esses exames que custam mais de R$ 600?”, questiona.

    Para ter esperanças de um dia voltar a enxergar, ele precisa fazer novos exames e passar por pelo menos, mais uma cirurgia. Segundo o oftalmologista Edmar Guedes, casos como estes são graves e exigem pressa.

    “Quando há perfuração do globo ocular é um caso de urgência. É preciso fazer um procedimento exploratório para descobrir onde está a perfuração, pois há riscos de vazamento do líquido intraocular”.

    A corrida é contra o tempo e todos que conhecem o rapaz estão mobilizados para arrecadar dinheiro, já que a família é de origem humilde e não tem recursos.

    A família registou um boletim de ocorrência e a Secretaria de Segurança Pública determinou que o caso fosse investigado pela Delegacia de Assuntos Internos. Em nota a Controladoria Geral de Disciplina (CGD) informou que as “medidas apuratórias estão sendo adotadas com a instauração de Procedimento Disciplinar”.



    Fonte:Cnews

    Nenhum comentário

    Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad