Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Policiais civis prendem idoso após sua neta filmá-lo para provar que ele a estuprava

    Um idoso foi preso na última quinta-feira (21) suspeito de estuprar a própria filha e a neta no município de Guaiúba, Região Metropolitana de Fortaleza. Conforme um policial civil, a neta, uma criança, gravou o criminoso se masturbando e denunciou para a mãe, que também era violentada desde os 10 anos de idade.

    Após a prisão do suspeito, a mãe da criança se disse aliviada. "Minha filha fez justiça por mim e por ela."

    A Polícia Civil realizou a prisão após a neta flagrar o avô sem roupa e se masturbando em casa. O policial contou que a criança pegou o celular da avó escondido e mandou um áudio para a mãe, denunciando o que acontecia quando estava sozinha com o avô. A família das vítimas teve acesso ao vídeo e ao áudio feito pela garota e denunciou o caso à polícia.

    A garota contou à polícia que o vídeo era a única forma de fazer com que os adultos acreditassem que o idoso praticava os abusos. A mãe da menina disse que percebeu a garota triste e amedrontada, mas ela nunca havia falado sobre as agressões.

    "Tá aí mãe a prova, a prova. Sabe o que é essa prova? É o que o vovô fica fazendo comigo, sabia? É isso que o vovô fica fazendo comigo e quando ele tá aqui eu não posso falar nada. Agora eu estou escondida falando dele", contou a criança na mensagem enviada à mãe.

    O policial civil comentou que a família já desconfiava do crime, mas tinha medo do suspeito. Na denúncia, a mãe da criança revelou que sofria abusos do pai desde que tinha 10 anos.

    Ela contou aos investigadores que o criminoso obrigava os filhos a assistirem filmes pornográficos e olharem ele se masturbando. O homem também dominava as vítimas e as obrigava a tocarem nos seus órgãos genitais.

    "Ele praticava esses crimes em casa, na ausência da mulher. A família tinha medo e a esposa nunca soube o que de concreto acontecia. Foi a coragem da criança que o denunciou", comentou o policial civil.

    O suspeito foi conduzido para a Delegacia Metropolitana de Guaiúba, onde foi autuado pelos crimes de estupro de vulnerável e pedofilia. Além disso, foi feito um pedido de prisão preventiva para reconduzir o idoso ao presídio.

    A polícia ouviu depoimento das vítimas e encaminhou a criança e a mãe para atendimento psicológico. O policial civil acrescentou que segue investigando para identificar outras vítimas do idoso no município.

    Fonte: G1

    Nenhum comentário

    Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad