Justiça mantém prisão preventiva de policial que tentou matar namorada e feriu quatro pessoas em festa no Ceará

Foto: Reprodução/SVM 

O juiz da Vara Única da Comarca de Ipu, Fábio Rodrigues Sousa, decidiu manter a prisão preventiva do policial militar que tentou matar a namorada e feriu quatro pessoas durante uma festa de formatura no dia 04 de agosto, em Ipu, no interior do Ceará. A decisão foi proferida durante audiência de custódia realizada na manhã desta segunda-feira(19), no Fórum do município.

Na audiência, a defesa do policial Jorgeandro Vieira pediu a revogação da prisão preventiva para que ele respondesse pelo crime em liberdade, alegando o fato dele ter bons antecedentes e grau de instrução, mas o juiz negou, por entender que o PM representa perigo para a sociedade caso seja solto.

Do lado de fora do Fórum, familiares e amigos protestaram contra o acusado com gritos e xingamentos. Jorgeandro entrou em um carro da polícia e foi trazido para o 5º Batalhão, em Fortaleza, onde permanece preso.

O crime

Na noite do dia 4 de agosto, o Policial Militar discutiu com a namorada e tentou matá-la dentro de uma casa onde acontecia uma festa de formatura, em Ipu. Pelo menos 15 tiros foram disparados e quatro pessoas ficaram feridas, entre elas uma adolescente de 17 anos.

O PM foi contido por populares que estavam na festa até a chegada da Polícia e logo depois, encaminhado para a Delegacia Regional de Tianguá, onde foi autuado por tentativa de homicídio.






Fonte: G1/Ce
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

Procurar no Ceará em rede

Destaque

Agente de endemias vítima de assalto faz apelo a assaltante

"Por favor! Devolva o meu cartão de memória, nele contem fotos de meus filhos, pago 200 reais". Falou Carlos no programa Jornal a ...

Arquivo do blog