Ceará tem o maior número de açudes sangrando em fevereiro desde 2011

Fonte: G1/ Ce
O açude na cidade de Redenção, no Ceará, Acarape do Meio atingiu 101% da capacidade após chuvas registradas entre quinta-feira e sexta-feira (28). Com ele, o Ceará passa a ter dez barragens sangrando, das 155 monitoradas pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).
Este é o maior número de açudes nesta situação (até 28 de fevereiro) dos últimos nove anos. Somente em 2011 o Estado superou a marca, quando 12 reservatórios atingiram volume acima da capacidade máxima. Na ocasião, quatro barragens estavam próximas da sangria - entre 90% e 99%.

Chuva em 60 cidades

Entre 7h de quinta-feira e 7h de sexta-feira (28), a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou chuvas em pelo menos 60 municípios. As maiores precipitações foram observadas na Ibiapina (60.5 mm), Redenção (51 mm) e Granja (45 mm).

Para o dia, a Funceme prevê nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as regiões, situação que deve se repetir até o domingo (1).

Fevereiro chuvoso

Mesmo faltando dois dias para o fim do mês, este já é o segundo fevereiro mais chuvoso da década, segundo a Funceme. Até as 10h30 de hoje, o Estado já contabilizou 194.7 milímetros, um desvio positivo de 64,1%. Fevereiro de 2018 foi o mês com maior média de chuvas da década (196,7 mm). Neste cenário, a última semana também registrou bom aporte.

Entre o último domingo (23) e as 7 horas desta sexta-feira (28), o Ceará registrou 34,3 mm (17,6% do precipitado em fevereiro). O bom volume fez com que o Açude Gameleira, na fronteira de Itapipoca, Trairi e Tururu, também ultrapassasse o 100% da capacidade, nesta quinta-feira (27). Além dos 10 reservatórios em sangria, outros oito estão com capacidade entre 90% e 99% - próximos do limite.

Açudes sangrando

Gameleira
Itaúna
Tucunduba
Acaraú Mirim
São Pedro Timbaúba
Quandu
Itapebussu
Germinal
Tijuquinha
Acarape do Meio

Açudes próximos de sangrar (entre 90% e 99%)

Gangorra
Várzea da Volta
São Vicente
Diamantino II
Jenipapo
Sobral
Itapajé
Valério

Grandes açudes ainda secos

Apesar da marca de 10 açudes sangrando, o Estado enfrenta dificuldades no abastecimento de equipamentos importantes, como o Castanhão, maior do Ceará. Até esta sexta-feira (28), o reservatório acumula apenas 2.59% da capacidade. Além dele, o Orós, segundo maior do Estado, concentra 4,74% do total. Ambos estão situados na Bacia do Jaguaribe.

A situação se repete na maior parte dos reservatórios cearenses, que contam com recarga hídrica abaixo de 30%.

Segundo o último balanço da Cogerh, o Estado possui volume de 15,80% do total, o que significa que as chuvas estão concentradas. Para que os açudes maiores recebam recarga, é preciso que ocorram chuvas elevadas e próximas ao longo da quadra chuvosa (fevereiro a março).

Com isso, a água escorre dos riachos e rios até chegar aos pequenos e médios reservatórios e, posteriormente, seguir para os grandes açudes.



Fonte: G1/ Ce
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

Procurar no Ceará em rede

Destaque

Mãe morre ao tentar defender filho de homicídio no Ceará

Fonte: G1 Uma mulher de 57 anos foi morta a tiros, ao tentar salvar o filho de 18 anos da ação de criminosos, na tarde desta quarta-feira (...

Arquivo do blog