AUMENTA O NÚMERO DE PROFISSIONAIS DA SEGURANÇA TENTANDO UM VAGA NA POLÍTICA CEARENSE.

A participação de policiais militares e civis na política cearense vem aumentando de uma eleição para a outra. De acordo com dados extraídos do portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 25 candidatos a cargos proporcionais, deputados estaduais e deputados federais, declararam ter ocupação em cargos de segurança, entre policiais militares, civis e bombeiros. São 17 postulantes a deputado estadual e 8 a deputado federal. Entre os nomes já inseridos na vida pública, os do vereador Capitão Wagner (PR), militar reformado; o do ex-secretário de Segurança do Estado no Governo Cid Gomes, Coronel Bezerra (PROS), reformado e o do ex-diretor da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e ex-diretor geral da Polícia Civil, Luiz Carlos Dantas (PPS), policial civil. Os três tentam cadeiras na Assembleia Legislativa.

Dos 25 candidatos, 18 integraram os quadros da Polícia Militar, quatro da Polícia Civil, dois das Forças Armadas e um do Corpo de Bombeiros. Entre as patentes dos militares há Coronel, Major, Capitão, Tenente e Cabo. Todos os postulantes são do sexo masculino, entre 35 e 69 anos, 10 deles têm nível superior completo, um tem o nível superior incompleto, cinco registraram ter apenas completado o ensino médio e um o ensino fundamental. No Legislativo cearense sempre tem um representante da área de segurança pública.

Fonte: Diário do Nordeste
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

Procurá no Ceará em rede

Facebook

Facebook
Siga-nos no Facebook

BTemplates.com

Seguir por Email

Sobre

Sobre
A única certeza que temos, é que nada somos mediante o cosmos

Internet Fibra Óptica

Internet Fibra Óptica
GPnet - Internet de Alta performance

Siga por Email

Twitter Ceará em Rede

Parceiro

Notícias de Sobral

Destaque

Estagiária é presa suspeita de vazar informações sigilosas da Justiça do Ceará para traficantes

Fonte: G1/ Ce Uma estudante de direito, de 22 anos, é suspeita de repassar informações da polícia e da Justiça para uma quadrilha envolv...

Arquivo do blog