Dilma diz que denuncias na Petrobras não atingem seu governo

Ao falar sobre a denúncia de esquema de propinas na Petrobras para beneficiar diversos políticos, a presidente Dilma Rousseff disse neste domingo (7) que ninguém no governo foi acusado formalmente no caso, e no seu entender isso significa dizer que não existem suspeitas sobre seu governo.

A presidente observou que não recebeu, de maneira oficial, informações sobre as denúncias, em regime de delação premiada, feitas pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

Sem dar detalhes nem valores, a revista diz que o ex-diretor também ligou à propina o ministro Edison Lobão (Minas e Energia) e Eduardo Campos, presidenciável do PSB morto no dia 13 de agosto em um acidente aéreo em Santos (SP)

Na lista do ex-executivo aprecem o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) e o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, suposto elo do esquema com o partido. Os nomes, segundo a revista, surgiram no acordo de delação premiada que Costa fez com procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato, deflagrada em março com a prisão do doleiro Alberto Youssef, acusado de liderar o esquema de lavagem que movimentou R$ 10 bilhões. Alguns citados negaram participação no esquema, e outros não se manifestaram.


Fonte: aracatiacuemacao.com.br
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

Procurar no Ceará em rede

Twitter Ceará em Rede

Destaque

Veículo cai embaixo de ponte e motorista morre, em Fortaleza

Fonte: G1 Um motorista morreu após capotar o veículo e cair embaixo de uma ponte no Bairro Granja Portugal, em Fortaleza, na noite deste...

Arquivo do blog