Justiça mantém condenação de Ciro por ofensas a ex-presidente Collor

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) manteve a condenação do ex-ministro Ciro Gomes por danos morais por ter se referido ao ex-presidente Fernando Collor como "playboy safado" e "cheirador de cocaína" em 1999.

A 1ª Câmara de Direito Privado negou o pedido de Ciro para anular a sentença anterior por falta de provas, mas baixou a indenização de R$ 100 mil para R$ 60 mil. Os desembargadores entenderam que a quantia é "suficiente para reparar o dano moral" e "conter o ímpeto" de Ciro "quanto a futuras práticas desrespeitosas semelhantes".

Collor, representado pela advogada Regina Manssur, afirmou no processo que as declarações feitas pelo então candidato à Presidência da República tinha "caráter injurioso" e atingiram a "hora" do alagoano. Ciro Gomes nessa essa intenção.

Fonte: Cearanews7

*Informações publicadas no jornal Correio Braziliense.
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

Procurar no Ceará em rede

Destaque

Sobral ganha Sistema de Comunicação Paraíso

Sistema de Comunicação Paraíso A rádio: A Paraíso Fm, é uma emissora de rádio situada na cidade de Sobral, atualmente estacionada no prefix...

Arquivo do blog