Justiça mantém condenação de Ciro por ofensas a ex-presidente Collor

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) manteve a condenação do ex-ministro Ciro Gomes por danos morais por ter se referido ao ex-presidente Fernando Collor como "playboy safado" e "cheirador de cocaína" em 1999.

A 1ª Câmara de Direito Privado negou o pedido de Ciro para anular a sentença anterior por falta de provas, mas baixou a indenização de R$ 100 mil para R$ 60 mil. Os desembargadores entenderam que a quantia é "suficiente para reparar o dano moral" e "conter o ímpeto" de Ciro "quanto a futuras práticas desrespeitosas semelhantes".

Collor, representado pela advogada Regina Manssur, afirmou no processo que as declarações feitas pelo então candidato à Presidência da República tinha "caráter injurioso" e atingiram a "hora" do alagoano. Ciro Gomes nessa essa intenção.

Fonte: Cearanews7

*Informações publicadas no jornal Correio Braziliense.
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

Procurá no Ceará em rede

Facebook

Facebook
Siga-nos no Facebook

BTemplates.com

Seguir por Email

Sobre

Sobre
A única certeza que temos, é que nada somos mediante o cosmos

Internet Fibra Óptica

Internet Fibra Óptica
GPnet - Internet de Alta performance

Siga por Email

Twitter Ceará em Rede

Parceiro

Notícias de Sobral

Destaque

Família acusa pároco de se negar a celebrar missa de sétimo dia

Foto Click Tv "Eu não celebro e nem autorizo que outro celebre". Segundo a família essas foram as palavras do pároco. F...

Arquivo do blog