MORRE MULHER QUE TEVE CORPO INCENDIADO POR COMPANHEIRO NO CRATO.

Agricultora estava internada com queimaduras em 80% do corpo. Crime ocorreu em 28 de setembro. Homem foi preso.

A agricultora Ana Maria de Sousa, que teve o corpo queimado em uma agressão do companheiro, morreu na anoite de terça-feira (21), no Hospital Instituto Dr. José Frota, em Fortaleza. A mulher estava internada Centro de Tratamento para Queimados desde o ataque, em 28 de setembro, com 80% do corpo com queimaduras de segundo e terceiro grau.

O corpo da mulher de 28 anos deve ser levado para ser enterrado no Crato, onde morava com a família. Segundo a Polícia Civil do município na ocasião, o homem esperou a companheira dormir e mandou os cinco filhos saírem de casa, logo em seguida ateou fogo ao corpo da mulher. As crianças pediram ajuda aos vizinhos, que apagaram o fogo e acionaram a polícia e o Corpo de Bombeiros.

Conforme os relatos dos vizinhos à polícia, o casal havia saído naquela noite e, quando voltaram, uma discussão pôde ser ouvida pelos vizinhos. Pouco tempo depois, por volta das 3h, foram acordados pelos filhos do casal. Ainda conforme os relatos, o suspeito chegou a ajudar a apagar o fogo, mas fugiu logo que percebeu a presença da Polícia Militar.
A residência do casal foi destruída pelo fogo, e o suspeito foi preso dias depois. A polícia diz haver “provas suficientes” para incriminar o companheiro de Ana Maria.

Fonte: G1CE
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

Procurá no Ceará em rede

Facebook

Facebook
Siga-nos no Facebook

BTemplates.com

Seguir por Email

Sobre

Sobre
A única certeza que temos, é que nada somos mediante o cosmos

Internet Fibra Óptica

Internet Fibra Óptica
GPnet - Internet de Alta performance

Siga por Email

Twitter Ceará em Rede

Parceiro

Notícias de Sobral

Destaque

Prefeitura diz não poder comprar caixão a família de Falecido

Imagem Click Notícia: Corpo em colchão por não ter urna funerária Família de homem falecido na Cohab 2, sofre por não poder comprar...

Arquivo do blog