RACISMO NA INTERNET COM OS DIAS CONTATOS


Demorou, mas foi aprovada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), o projeto de lei que prevê a pena de prisão para quem cometer atos de racismo e discriminação na internet. 
Os inúmeros casos de racismo sofridos por artistas na internet, como da cantora Ludmila, a atriz Taís Araújo e a jornalista Maju Coutinho, ajudaram a dar celeridade a aprovação do projeto.  
O projeto será encaminhado para a Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) e, posteriormente, para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, que confirmará a efetivação do projeto.

Com informações do Blog Jornal das Sete
Share:

Procurar no Ceará em rede

Destaque

Estudante de fisioterapia grávida é morta e tem o corpo carbonizado pelo namorado em Chorozinho

Fonte: Diário do Nordeste A estudante de fisioterapia Maria Efigênia Soares, 28 anos, que estava grávida, foi morta e teve o corpo queimado...

Arquivo do blog