Eike Batista procura acordo de delação e pode entregar irregularidades em termelétricas no Ceará




O ex-bilionário Eike Batista, preso na manhã desta segunda-feira (30), deve buscar acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF).
Entre as informações que interessam aos investigadores, estaria quem vazou informações sobre a Operação Eficiência, a qual decretou a prisão do empresário.
Caso o órgão aceite a colaboração do empresário, a delação pode acabar envolvendo negócios de Eike no Ceará. Entre eles, a instalação da Usina Termelétrica Energia Pecém, localizada em São Gonçalo do Amarante. A MPX, de Eike Batista, foi uma das empresas sócias do equipamento, que entrou em funcionamento em 2012, na gestão de Cid Gomes (PDT).
O empresário fez questão de deixar claro que tem muitas informações pertinentes aos investigadores. "Está na hora de ajudar a passar as coisas a limpo".
Fonte: Ceará News 7
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

Procurar no Ceará em rede

Destaque

Agente de endemias vítima de assalto faz apelo a assaltante

"Por favor! Devolva o meu cartão de memória, nele contem fotos de meus filhos, pago 200 reais". Falou Carlos no programa Jornal a ...

Arquivo do blog