Sobe para 5 o número de recapturados após fuga de presídio no Paraguai

Fonte: G1

O número de presos recapturados após a fuga do presídio regional de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, subiu para cinco. Quatro homens foram recapturados do lado paraguaio da fronteira e um no brasileiro. As buscas continuam na região.

Os 76 presos escaparam na madrugada de domingo (20), possivelmente por um túnel, do presídio de Pedro Juan Caballero, que é uma cidade vizinha de Ponta Porã (Mato Grosso do Sul). Entre os fugitivos, 40 são brasileiros e 36 são paraguaios. Segundo o ministério da Justiça do Paraguai, eles são integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC).

A prisão dos paraguaios Ronald Francisco Brítez López, Orlando Manuel Torres Verón e José Enrique Ullón Duarte aconteceu por volta de 23h30 (horário local) de segunda-feira (20) na cidade paraguaia de Concepción. Eles foram transferidos para Amambay, sede das investigações, de acordo com informações do "ABC Color".

Na segunda-feira, as autoridades paraguaias já tinham anunciado a prisão do também paraguaio Sabio Darío González Figueredo, que cumpria pena por roubo, estava escondido em uma casa no bairro de San Juan, próxima à penitenciária.

Horas antes, um fugitivo brasileiro tinha sido recapturado em Ponta Porã pelo Departamento de Operações da Fronteira (DOF). De acordo com o DOF, ele tem 30 anos, é de Imperatriz (MA) e cumpria pena no presídio regional por tráfico de drogas há quatro anos.

Na lista de foragidos divulgada pelo Ministério da Justiça do Paraguai estão o brasileiro Timóteo Ferreira, apontado como líder da facção dentro do presídio. Também estão seis supostos integrantes do grupo de matadores de aluguel "Minotauro", ligado ao narcotráfico. Eles atuam na fronteira e na semana passada buscavam deixar a prisão com uma ordem judicial.

As autoridades paraguaias buscam esclarecer se houve algum tipo de colaboração da parte dos funcionários do presídio. Por isso, o diretor do presídio e 30 agentes carcerários e de segurança foram detidos e levados para prestar depoimento no Ministério Público do Paraguai. Porém, eles não se pronunciaram a respeito da fuga.

Crise na segurança

Ainda no domingo, a ministra da Justiça, Cecilia Perez, afirmou que sua pasta denunciou ao Ministério Público um suposto plano de fuga e pagamento de 80 mil dólares (mais de R$ 330 mil) por parte de integrantes da facção criminosa para os funcionários do presídio de Pedro Juan Caballero, de acordo com o jornal "La Nación". Ela chegou a colocar seu cargo à disposição, mas o presidente Mario Abdo Benitez não aceitou.

Na segunda, o vice-ministro de Política Criminal do Paraguai, Hugo Volpe, renunciou por causa de suspeitas de corrupção.

Uma investigação feita por autoridades brasileiras apontam indícios de que fiscais e representantes do ministério público paraguaio estariam envolvidos em um esquema de corrupção, mas não está claro se o esquema estaria relacionado com a fuga de domingo.



Fonte: G1





Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

Procurá no Ceará em rede

Facebook

Facebook
Siga-nos no Facebook

BTemplates.com

Seguir por Email

Sobre

Sobre
A única certeza que temos, é que nada somos mediante o cosmos

Internet Fibra Óptica

Internet Fibra Óptica
GPnet - Internet de Alta performance

Siga por Email

Twitter Ceará em Rede

Parceiro

Notícias de Sobral

Destaque

Ministério da Saúde confirma primeiro caso de coronavírus no Brasil

Fonte: G1/ Ce O Ministério da Saúde afirmou nesta quarta-feira (26) que está comprovado o caso positivo de coronavírus no Brasil. Trata-...

Arquivo do blog

Blog Archive