Investigado pela polícia tenta subornar delegado em Fortaleza com R$ 10 mil

Foto meramente ilustrativa fonte google

Um suspeito de tentativa de homicídio tentou subornar o delegado titular do 17º Distrito Policial de Fortaleza, Carlos Eduardo, enquanto o policial o interrogava pela participação no crime que aconteceu. A tentativa de suborno ocorreu na sexta-feira (7) e foi gravada em vídeo, divulgado nesta terça-feira (11).

Conforme a Polícia Civil, Francisco Dener Pereira Nojosa, de 31 anos foi autuado por corrupção ativa ao oferecer cerca de R$ 10 mil e armamento ao agente para não ser indiciado pela tentativa de homicídio, crime ocorrido no Bairro Padre Andrade.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, Francisco Dener tem antecedentes criminais por tráfico de drogas, homicídios e receptação. Ele estava detido na Delegacia de Capturas, no Bairro José Bonifácio. Ao ser encaminhado ao 17º Distrito Policial (DP) para prestar depoimento sobre o crime, o suspeito tentou subornar o titular da distrital, o delegado Carlos Eduardo.

'Vocês ficam vasculhando a minha casa'

No vídeo, é possível ouvir o detento e o agente conversando sobre a suposta negociação que envolvia a compra do delegado, pela quantia em dinheiro e uma arma de fogo. Segundo a polícia, Francisco Dener planejou levar os agentes até a própria residência, no Bairro Floresta, onde a então propina estava guardada.

Em um dos trechos da gravação, Francisco Dener fala: “Vocês ficam vasculhando a minha casa como se estivessem procurando alguma coisa.” Em seguida, ele interroga o delegado sobre a sua soltura: “Vamos sair, né, doutor? Por que eu tenho meus filhos para criar.”

Após o depoimento, de acordo com a polícia, os agentes e o detento foram até a propriedade. Lá, após oferecer a propina aos policiais, Francisco recebeu voz de prisão. Ao ser encaminhado para o 7° Distrito Policial (DP), no Bairro Pirambu, o suspeito foi autuado por corrupção ativa e posse ilegal de arma de fogo.

A polícia investiga a participação de outras duas pessoas na tentativa de homicídio. Conforme a Polícia Civil, a arma de fogo apreendida foi encaminhada para o Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).


Fonte: G1/ Ce
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

Procurar no Ceará em rede

Destaque

Agente de endemias vítima de assalto faz apelo a assaltante

"Por favor! Devolva o meu cartão de memória, nele contem fotos de meus filhos, pago 200 reais". Falou Carlos no programa Jornal a ...

Arquivo do blog