Mãe morre ao tentar defender filho de homicídio no Ceará

Fonte: G1

Uma mulher de 57 anos foi morta a tiros, ao tentar salvar o filho de 18 anos da ação de criminosos, na tarde desta quarta-feira (12), em Juazeiro do Norte, no Sul do Ceará. Segundo informações da polícia, o crime aconteceu em frente à casa da vítima no Bairro Limoeiro.

Os suspeitos estavam em duas motos e, de acordo com a polícia, a dupla chegou ao local realizando vários disparos de arma de fogo. A mulher, identificada como Francisca Etelvina da Silva, se colocou na frente do filho. Ela foi baleada e chegou a ser socorrida para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos. O filho não ficou ferido.

A polícia informou que o rapaz já havia sofrido outras tentativas de homicídio, mas não repassou informações sobre a ficha criminal do homem.

Ainda segundo a polícia, no momento da fuga, umas das motocicletas foi abandonada pelos suspeitos e levada para a delegacia da área. Ninguém foi preso.

Por meio de nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSPDS) informou que as circunstâncias do homicídio e da tentativa de homicídio contra o filho são investigadas pelo Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP), da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. A Polícia Militar realiza buscas para localizar suspeitos.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (88) 3102-1102, do Núcleo de Homicídios de Juazeiro do Norte, ou para o (88) 3572-1736, que é o WhatsApp do NHPP, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem de áudio, texto e vídeo.


Fonte: G1
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

Procurar no Ceará em rede

Destaque

Agente de endemias vítima de assalto faz apelo a assaltante

"Por favor! Devolva o meu cartão de memória, nele contem fotos de meus filhos, pago 200 reais". Falou Carlos no programa Jornal a ...