Absurdo: Idoso de 104 anos falece por pneumonia, HRN despacha corpo como vítima da covid-19

 


A família indignada questiona porque o corpo de seu ente querido foi jogado na ala das vítimas de covid-19, mesmo teste acusar negativo.


Francisco Chagas da Silva
, marceneiro um dos primeiros moradores do Bairro Dom Expedito em Sobral. Figura icônica do bairro, conhecido como Chaga Sabino o marceneiro.
Homenageado recentemente quando completara 104 anos de vida em seu aniversário dia 24/08/2020.

Blogueiros, Grupos de face book, todos queriam parabeniza-lo primeiro, que lindo.
12 dias após o seu aniversário de 104 anos, o Sr. Chagas Sabino se viu enfermo.

Dia 5 de setembro a família o levou para Unidade de pronto atendimento (UPA), com sintomas gripais e forte cansaço, passou a noite na UPA e no domingo (6), a tarde foi transferido para o Hospital Regional Norte sob suspeita de covid-19. No Regional fez o teste de covid-19 e mais outros exames, ficando sob observação. A família foi informada por médicos que poderia ser uma pneumonia ou covid-19, porém só os exames iriam de fato acabar com a dúvida.

Infelizmente hoje segunda-feira 14, às 10:00hs , o senhor Chagas não resistiu e veio a óbito sob os cuidados do Hospital Regional Norte de Sobral. O teste swab deu negativo pra covid-19. Na declaração médica a causa morte nitidamente acusa pneumonia.

A família acionou o serviço funerário que ao chegar no HRN, percebeu que o corpo do Sr. Chagas estava lacrado junto aos outros corpos na ala da covid-19.

O funcionário da funerária ficou intrigado, pois sabia que na declaração assinada pelo médico a causa morte era pneumonia e não covid-19. Logo questionou com os funcionários do hospital o porquê de o corpo estar na ala de vítimas da covid-19, más não obteve uma resposta racional.

Confira no áudio:

 

Fonte: Ceará em Rede

Postar um comentário

0 Comentários