Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Ciro Gomes dispara: "Camilo tem enfrentado a milícia na polícia do CE"


    O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) defendeu a política adotada pelo governador Camilo Santana (PT) para a área da Segurança Pública. Em entrevista ao jornal O Estado, ele voltou a citar a existência de uma milícia em atuação na polícia cearense.

    “A segurança, hoje, é uma das grandes emergências do nosso povo. Governador Camilo está conseguindo a proeza de tirar do meio da polícia essa milícia, que se entranhou ali e criou gravíssimos problemas. Ele gradualmente está conseguindo com diálogo, mas também com energia arrumar a Casa”, disse.
    Ciro Gomes observou que a redução na taxa de homicídios já reflete o êxito de ações implementada pelo atual governo neste momento, mas reiterou: “precisamos ver ainda, que é o mais difícil de todos, o enfrentamento de assaltos e roubos”. Referiu-se ao falar da tensão que os crimes contra o patrimônio causam na população.
    Não é a primeira vez que Ciro afirma a existência da milícia no Ceará. Em 2013, ao falar sobre a área da Segurança Pública, pasta que chegou acompanhar numa espécie de assessoria informal, Ciro disse que existia uma “milícia” dentro da PM, que seria responsável pela organização e prática de crimes, inclusive de tráfico de drogas. O assunto causou polêmica, à época, principalmente porque Ciro acusou o então vereador Capitão Wagner (PR), – hoje deputado estadual – de chefiar a milícia dentro da Polícia Militar. Na entrevista, Ciro chegou a explicar como funciona a milícia na Polícia do Ceará.
    “Temos dentro da Polícia Militar, embora existam muitos homens sérios e comprometidos, uma banda ilícita, atuando em afinidade com o narcotráfico. Inclusive, existe lista de pessoas a serem assaltadas para causar comoção. Mas, estamos achando esta milícia e, um a um, iremos cortar a cabeça desta cobra”, disparou à época.

    Parceria

    Ainda na área da segurança, Ciro falou sobre a parceria entre o vice-prefeito Moroni Torgan (DEM) e o Governo do Estado. “Moroni é uma pessoa que tem espírito público e experiência e vontade de ajudar a fazer. Acho que este encontro é muito bom”, frisou ele.
    As ações de segurança a serem implementadas por Moroni terão o aval do governador Camilo Santana. Um dos exemplos previstos na área, já citado pelo vice-prefeito, é a criação de territórios na cidade com postos de monitoramento e vigilância com câmeras de vigilância, equipe de 24 horas com dois guardas municipais observando as imagens, fixos nessa torre, e dois guardas volantes, além do apoio das equipes do Raio.

    2018

    Pré-candidato à presidência da República em 2018, Ciro disse que aguarda decisão do partido sobre sua indicação. Mas deixou claro que vai “pensar mil vezes antes de ser candidato, porque o que espera um homem que pensa o que eu penso, que fala o que eu falo e não esconde os confrontos que têm em defesa do povo brasileiro está fadado a sofrer o pão que o diabo amassou”. Ele avaliou o cenário nacional e disse que “sei que minha responsabilidade está crescendo muito e não vou faltar ao povo brasileiro”.

    Fonte: O Estado

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad