Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    TCM tenta evitar solenidade esvaziada


     O ato de posse de Domingos Filho na presidência do Tribunal de Contas dos Municípios está confirmado para as 9 horas de sexta-feira. Vários convites estão sendo distribuídos. O objetivo é evitar um possível esvaziamento da solenidade.

    O Governo e a Assembleia Legislativa travam com a antiga e a atual cúpula do TCM uma peleja judicial por conta da aprovação da PEC do deputado Heitor Férrer, que extinguiu o tribunal. O TCM, no entanto, ressuscitou graças a uma liminar deferida pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia.
    A desculpa para a extinção é a de que o TCM extinto geraria economia anual da ordem de R$ 300 milhões, mas no plano político houve ofensiva contra Chico Aguiar – que deixa a presidência, e Domingos Filho. Ambos articularam a candidatura de Sérgio Aguiar (PDT) contra a reeleição de Zezinho Albuquerque (PDT), o queridinho dos Ferreira Gomes, com aval do governador.
    Não será surpresa se o governador, o presidente da Assembleia e a maioria dos parlamentares ligados ao Palácio da Abolição se ausentarem do evento.
    Capitão Wagner (PR), que disputou e perdeu a eleição no segundo turno para o prefeito Roberto Cláudio, avisou: estará na primeira fila da posse de Domingos Filho.
    Capitão tenta ser o principal nome das oposições de olho em 2018. Seja para o Governo ou para o Senado.
    Fonte: Eliomar de Lima

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad