Indiana exige que Justiça proíba pornô: 'meu marido virou viciado'



Na Índia, uma mulher recorreu à ajuda do Supremo Tribunal com o fim de pedir ao governo do país que imponha uma proibição completa da pornografia online. Em seu apelo, a engenheira de Mumbai afirmou que ela tem sido vítima de violência doméstica e abusos sexuais devido ao fato do seu marido, de 55 anos, ser viciado em pornô online.

"Meu marido virou viciado em pornô e passa muito de seu tempo precioso assistindo pornografia. Hoje em dia, os filmes pornô são acessados facilmente por toda a Internet e na sequência disso meu marido caiu nesse vício de ver vídeos, filmes e imagens pornográficas, o que tornou perversa a mente de meu marido e arruinou minha vida matrimonial", confessou a mulher na sua queixa.

Ela exortou o Supremo Tribunal para que desse ordens firmes ao governo, visando bloquear todos os sites que contenham materiais pornográficos e projeção indecente de mulheres e crianças.

A mulher revelou que ela estava preocupada com o impacto que o vício do marido pode produzir nos filhos, porém adiantou que eles são bem disciplinados.

"Meu marido está em uma idade avançada, mas apesar disso ele perdeu o rumo ao se viciar em pornô, então imaginem o que este vício pode fazer às mentes inocentes de jovens e crianças do nosso país em geral", adiantou.

Vale ressaltar que é proibido assistir ou distribuir pornô infantil na Índia, porém, a pornografia adulta é de acesso livre.



Fonte:Noticias ao minuto

Related

mundo 70392486805078089

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

emo-but-icon

Siga-nos

últimas

Comentários

TEMPO

Acorda Brasil

Uma Nação consciente ,
É o maior medo de um Governo mal intencionado.

Connect Us

item