Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
  • Breaking News

    Corpos são encontrados em carro abandonado na Zona Norte do Rio

    (Foto: Henrique Coelho / G1)
    Veículo foi localizado por militares da UPP Mangueira. De acordo com a polícia, cinco corpos estavam no interior do carro.

    Cinco corpos foram encontrados dentro de um veículo, na manhã desta quinta-feira (30), por policiais da UPP Mangueira na Rua General Gustavo Cordeiro de Farias, em Benfica, na Zona Norte do Rio. De acordo com os policiais que estavam no local pela manhã, no carro onde os corpos foram encontrados havia um bilhete com a mensagem: "Não aceitamos covardia. Vida paga com vida. Matou inocente morreu".

    Segundo a assessoria da Polícia Militar, policiais militares do 22º BPM (Maré) foram acionados para ajudar na preservação do local. Os peritos da Divisão de Homicídios (DH) chegaram por volta das 9h. Como mostrou o RJTV, a polícia afirmou que as mortes têm relação com o crime que chocou os moradores da Mangueira na última terça-feira (28): o ataque a tiros de criminosos a pessoas que participavam de um jogo de futebol na Mangueira.



    Ao lado dos corpos dentro do carro, polícia encontrou um bilhete
     (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
    O carro onde os corpos foram encontrados teria sido roubado. A Escola Municipal Gonzaga da Gama Filho, que fica na mesma rua, manteve as aulas para os alunos, mas alguns pais preferiram buscar os filhos antes do fim do período.

    Caio estava em um campo de futebol no interior da comunidade, por volta das 20h, quando quatro homens armados saíram de uma mata perto da Quinta da Boa Vista. Além de Caio, outras três pessoas ficaram feridas no ataque, inclusive uma criança de 5 anos.A via onde os corpos foram encontrados fica próxima ao Morro, onde, há pelo menos dois meses, criminosos disputam o controle da venda de drogas. Na noite de terça-feira (28), o adolescente Caio Martins Ferreira, de 17 anos, foi morto durante o ataque de criminosos à comunidade.

    Durante o enterro, um parente da vítima contou que um grupo de criminosos está causando pânico na comunidade. “Tem alguém, três caras, que nem no morro estão, vêm perturbar e matar, esquecendo que a família deles está no Morro também.”

    Na manhã desta quinta, o policiamento permaneceu reforçado na região após o confronto que ocorreu no final da tarde desta quarta-feira (29), quando PMs usaram bombas de efeito moral para dispersar um grupo de manifestantes.

    Após o tumulto, criminosos se esconderam dentro do antigo prédio do IBGE, que fica na comunidade, e conseguiram fugir da polícia. No local, foram apreendidos com 150 sacolés de maconha, 500 pedras de crack e 800 papelotes de cocaína e também cheirinho de loló. O tumulto começou pouco tempo depois do enterro do adolescente Caio. 


    G1

    Nenhum comentário

    Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

    Post Top Ad

    Image and video hosting by TinyPic

    Post Bottom Ad