Vídeo: Irmãs são achadas abraçadas após serem estupradas e mortas a tiros no Rio; veja

As irmãs Jéssica Oliveira de Souza, de 23 anos, e Ariane Oliveira de Souza, de 18 anos, foram encontradas mortas a tiros na comunidade Gogó da Ema, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Os corpos estavam abraçados e com sinais de violência sexual.

A cabeleireira e a estudante foram a uma boate em Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense. Na saída, foram vistas com três homens desconhecidos.

No caminho para a boate, que fica na avenida Presidente Dutra, elas chegaram a ser assaltadas. Mas, mesmo sem os telefones celular, decidiram manter os planos de ir à casa noturna. A comunidade Gogó da Ema, onde as garotas foram encontradas mortas, é dominada por traficantes de drogas.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense pediu à boate as imagens das câmeras de circuito interno para tentar identificar os homens que estavam com as garotas.
A mãe das meninas, que preferiu não se identificar, quer que os assassinos sejam identificados e presos. — Eu só quero justiça. Elas deixaram a boate em um carro com três homens desconhecidos, segundo testemunhas.

Após deixarem a casa noturna, as meninas desapareceram e foram encontradas mortas a tiros na comunidade da Baixada Fluminense.



Fonte: Meio Norte
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, opine com responsabilidade, violação dos termos não serão aceitos. Leia nossa Política de Privacidade.

Procurar no Ceará em rede

Destaque

Agente de endemias vítima de assalto faz apelo a assaltante

"Por favor! Devolva o meu cartão de memória, nele contem fotos de meus filhos, pago 200 reais". Falou Carlos no programa Jornal a ...

Arquivo do blog