Ação quer salvar a cajucultura no Ceará através dos pequenos produtores rurais


A cajucultura está ameaçada de extinção, inclusive aqui no Ceará, maior produtor de caju do Brasil. Para salva-la da morte, será necessário investir na troca dos cajueiros antigos, de copa larga, pelo cajueiro anão precoce, criado e desenvolvido pela Embrapa. Mas isso custa muito dinheiro e algum tempo.

A Empresa de Assistência Técnica do Ceará (Ematerce) e a Federação da Agricultura do Ceará (Faec), por meio de seu Serviço Nacional de Assistência Rural (Senar), iniciaram um programa de distribuição de mudas de cajueiro anão para pequenos produtores rurais cearenses. Cada pequeno agricultor pode adquirir até 120 mudas, ao preço de R$ 2,50 cada uma.

É o primeiro passo no sentido de rejuvenescer a floresta de cajueiros do Ceará, 80% da qual constituídos de cajueiros antigos, de copa larga, que têm produtividade cinco vezes menor do que a do cajueiro anão.

Fonte: Blog do Egídio Serpa 
Share:

Procurar no Ceará em rede

Destaque

Agente de endemias vítima de assalto faz apelo a assaltante

"Por favor! Devolva o meu cartão de memória, nele contem fotos de meus filhos, pago 200 reais". Falou Carlos no programa Jornal a ...

Arquivo do blog